A musa fitness Bella Falconi revela como é inspirar mulheres e viver com equilíbrio

Bella Falconi é pioneira do movimento fitness nas redes sociais, se tornou referência quando o assunto é abdômen definido após ir morar nos Estados Unidos e a utilizar o Instagram para mostrar sua rotina de alimentação e treinos. Bella é formada em nutrição e mestranda em nutrição aplicada pela Northeastern University, nos Estados Unidos, além de life coach. Além disso é ganhadora de duas competições fitness importantes como Jax Physique e WBFF World’s. A musa é casada com o empresário Ricardo Rocha (Maguila) e em 2015 se tornou mamãe da pequena Vicky, que atualmente tem três anos e Stella de três meses. Hoje a mineira conta com mais de três milhões de seguidores e revela um pouco sobre a rotina de influencer. Confira!

Expressão: Uma das precursoras em trabalhar no ambiente digital como influencer e musa fitness. Acredita que abriu as portas para que mais pessoas fizessem esse tipo de trabalho?
Bella Falconi: Fui uma das precursoras e acredito que inspiradas em mim outras pessoas vieram a se interessar pelo fitness e por uma vida mais saudável. Talvez seria pretensioso dizer que abri portas para outras pessoas tornarem-se influenciadoras e musas fitness, mas certamente inspirei muitas pessoas.

Exp.: Possui 3 milhões de pessoas que a acompanham na rede social. Como tudo isso começou?
B.F.: Sou muito grata aos seguidores que acompanham um pouco da minha vida e me enxergam como uma pessoa que traz motivação para cada dia superarem seus próprios limites. Tudo começou despretensiosamente, apenas eu postando minha rotina de treinos, dieta e fotos do meu shape, compartilhando o quão feliz e realizada eu estava com minhas coisas.

Exp.: Qual o segredo para ter tantos fãs?
B.F.: Não existe segredo. Nunca usei de estratégias para atrair as pessoas para o meu conteúdo, para o que eu posto. Acredito que tenho tantos que admiram e acompanham meu trabalho porque trago algo positivo para eles, seja como meta de um shape, de uma forma física, mas também com as mensagens positivas que trago, além da minha família linda. Procuro dar um bom testemunho para as pessoas como cristã, como cidadã, como mãe e esposa e acredito que os fãs se identificam, porque na verdade, em essência sou uma mulher simples e busco o que todos buscam: paz e felicidade.

Exp.: É verdade que estava sendo radical demais e decidiu mudar seus hábitos de vida?
B.F.: Todos nós temos fases de radicalismos. Eu tive a minha. Eu tinha uma quase obsessão com os treinos, com as dietas, em baixar o meu percentual de gordura ao máximo possível. Mas com a maturidade vem o equilíbrio. Hoje sou mãe e esposa, não posso e não devo ser radical. Tenho duas filhas e um marido que me querem em boa saúde e extremos nunca são saudáveis, pelo contrário. Até mesmo o extremo no que tange a comida saudável e treinos é mais prejudicial do que benéfico.

Exp.: Antes frequentava a academia duas vezes por dia, ficava três horas malhando e evitava até mesmo tomar um suco à noite por conta do alto índice glicêmico. Como é a sua rotina atualmente?
B.F.: Agora eu vivo uma rotina equilibrada, de refeições com as quantidades ideais de macronutrientes, sem privações e exageros. Isso não quer dizer que eu deixei de cuidar do meu corpo e da minha alimentação, e sim que eu busco hoje mais uma vida saudável e com qualidade do que um corpo extremamente definido.

Exp.: O que mudou na sua vida após a maternidade?
B.F.: Tudo mudou. A maternidade me fez uma nova pessoa. Quando nasce um filho, morre a pessoa que você era antigamente e nasce uma mãe. Não deixei de treinar, mas meu foco são as minhas filhas e por meio do amor que tenho por elas, pude pensar em como é o amor de Deus conosco e assim ampliar minha conexão com Jesus e com minha espiritualidade. Minha prioridade na vida passou a ser as minhas filhas: amá-las, protegê-las e vê-las crescer e desenvolverem todo o seu potencial.

Exp.: E no corpo algo mudou? Pretende ter mais filhos?
B.F.: O interessante é registrar todas essas mudanças através das redes sociais e saber que tem gente que se importa com esse momento especial da minha vida, que acompanha as transformações e novidades que isto trouxe pra mim. A gravidez também traz consigo muitas mudanças. Variação hormonal, contrações, uma fome inexplicável (risos), tudo isso mexe com a gente. Dois meses após o parto, meu corpo já estava voltando à boa forma.

Exp.: Qual a sua comida preferida?
B.F.: Strogonoff de camarão (risos). Mas não é fit, e não posso comer sempre. Então opto por salmão com arroz integral como prato favorito.

Exp.: O que a faz sair da dieta?
B.F.: Geralmente sou bem disciplinada. Precisa ser algo que eu goste muito de comer ou uma ocasião muito especial para me fazer abrir exceções. Hoje busco um equilíbrio, então minha alimentação é menos restrita, mas evito comer industrializados, doces e frituras.

Exp.: Quando decidiu se mudar para os EUA?
B.F.: A princípio decidi mudar para os EUA para estudar inglês, quando tinha 21 anos em 2007. A minha história com fisiculturismo e competições começou cinco anos depois, quando eu tinha de 26 anos. Mesmo assim, só comecei a competir com 27 anos, um ano depois.

Exp.: Como é sua vida na América do Norte? Gosta? Ou prefere o Brasil?
B.F.: Amo o meu país. Não deixei de ser brasileira porque vim morar nos Estados Unidos. Amo o nosso povo brasileiro e não há igual no mundo. Mas minha opção pelos Estados Unidos, é de motivação mais profissional. Gosto de morar aqui e de todas as possibilidades que temos de infraestrutura e para empreender, mas como o Brasil não tem igual.

Exp.: Adiante futuros projetos?
B.F.: Na minha vida a única constante é a mudança. Vivo acreditando que há mais para mim, para minha família e pra todas as pessoas que direta ou indiretamente eu possa ajudar e influenciar. Certamente existem outros projetos em vista, alguns já em andamento, mas não vou dar spoiler dos próximos capítulos (risos). Enquanto Deus me permitir e me der vida, sigo avançando. Há mais.