O melhor da gastronomia artesanal: degustação e venda dos melhores queijos, frios, embutidos, pães, azeite, doces, geléias, vinho, cachaça entre muitos produtos reunidos numa feira de natal

Acontece nos dias 15 e 16 de dezembro.

Promovida pela APQA, Associação Paulista do Queijo Artesanal em parceria com a Associação Paulista de Charcutaria, acontece nos dias 15 e 16 de dezembro a I Feira da Gastronomia Artesanal, onde estarão reunidos  produtos artesanais de várias regiões do Estado de São Paulo.

A Feira será no espaço da Escola Nova 4E – Escola Associativa para Crianças com deficiência intelectual e Síndrome de Down na Mooca e a entrada de R$ 10,00 será revertida em benefício da própria entidade que está cedendo o espaço.

O objetivo da Feira, que está organizada pelos próprios produtores, é dar a oportunidade ao pequeno produtor de divulgar o seu produto artesanal de alta qualidade ao consumidor, que busca qualidade alimentar em produtos sem conservantes e com sabores diferenciados. Ali o visitante poderá degustar e comprar produtos que não se encontram normalmente no mercado.

O presidente da Associação Paulista do Queijo Artesanal, Christophe Faraud complementa: “É a oportunidade da aproximação do produtor com o consumidor, para contar a sua história e do cuidado que existe no desenvolvimento dos produtos. Estamos sempre pensando em segurança alimentar, do pasto ao prato. A comida artesanal é a solução para a boa saúde!”

A Feira acontece numa boa época às vésperas das festas, oferecendo uma ótima gama de produtos gastronômicos para compor as mesas de Natal ou presentear com cestas personalizadas preparadas pelos participantes:

Queijos regionais de vários produtores do Estado de São Paulo, entre eles:

Gastronomia artesanal
Gastronomia artesanal – Queijo Artesanal M

–  Leiteria Santa Paula – que ganhou a Medalha de Ouro no 3º Prêmio Queijo Brasil com seu queijo FERMIER de massa fresca e cremosa.

Entre-Serras – uma empresa dedicada à produção artesanal de queijos e frios sediada em Pindamonhangaba, interior de São Paulo que traz entre outros queijos o Amarillo, um queijo de textura macia e amanteigada, sabor leve e casca semi-dura de coloração amarelo-ouro, queijo selecionado para o Salon du Fromage 2018 em Paris e que também foi premiado com a medalha de prata no Prêmio Queijo Brasil 2018.

Santa Luzia – a queijaria funciona na própria fazenda há quase vinte anos. É a primeira queijaria artesanal do Estado de São Paulo, e foi regulamentada pelo SISP em 2001. Entre suas especialidades será possível conhecer os queijos Tropeiro e o Simental, respectivamente quatro vezes medalha de ouro e de  prata no Prêmio Queijo Brasil.

Trem da Terrinha – destaque para os queijos trufados, o Trufado Goiabada – Queijo fresco de leite pasteurizado com menos sal, recheado com goiabada própria do Trem da Terrinha: 20 kg de polpa com 2kg de açúcar, sem conservantes –  único queijo trufado a ser premiado no Prêmio Queijo Brasil.

Christophe e Zeide –  que imprimem inspiração francesa em seus queijos especiais feitos com leite cru de vaca: Coração da Serra (da familia do Brie e Camembert), Mimo da Serra (familia do Tomme de Savoie e Saint Nectaire), Manacá da Serra(da família do Reblochon) e ainda o Cambará da Serra e Curió da Serra.

Quinta da Ceia – situada em Casa Branca, interior de São Paulo, produz deliciosos queijo de cabra e no evento  oferecerá kits com vários produtos diversificados como opção de presente.

Estância Silvania – queijos 100% Beta Caseína A2 de seleção de Gado Leiteiro Gir. É a queijaria mais premiada do Brasil.

– Queijos de búfala estarão representadas com o Selo de Pureza do Programa de Certificação ABCB, destinado ao setor de derivados do leite de búfala (queijos e outros – manteiga, requeijão, ricota etc). Este Programa de Certificação tem a outorga do Ministério da Agricultura.

Navarro, presidente da Associação Paulista de Charcutaria e sócio fundador da Curato,  primeira Escola de Charcutaria Artesanal,  explica que Charcutaria é sinônimo de salumeria e embutidos artesanais de alta qualidade, tais como linguiças com baixo teor de sódio e gordura, salames, bacon e conservas, entre outros excelentes produtos.“Conceituadas empresas hoje produzem uma criativa charcutaria artesanal e estarão expondo suas novidades na Feira”, ressalta.

Exemplo disso é a Linguiçaria Real Bragança, comandada pela Chef Patrícia Polato, formada pelo Senac e especialista em carnes pelo Senai, é a décima geração de mulheres na família de origem italiana, que desde 1763 conta uma história de mulheres habilidosas e criativas, cuja produção de embutidos e curados conta com a tradição em inovar!

Real Bragança - Gastronomia artesanal
Real Bragança – Gastronomia artesanal

Linguiças frescas com especiarias, mel e queijos no recheio, linguiças curadas com frutas, defumadas com galhos de goiabeira… presuntos de paleta e muitos outros sabores e aromas!

Um dos produtos Real Bacon, é produzido com barriga de Porco Caipira criado solto, alimentado com frutas. Produzido com técnicas tradicionais, leva algumas semanas para curar, livre de sais de cura. Fica 72 horas em defumação a frio com fumaça de goiabeira e é envolvido por melaço de cana e especiarias.

Doces deliciosos artesanais da mais alta qualidade:

– Mbee – seu mel de terroir é da Fazenda Itaicá, em Atibaia, repleta de platôs de pedras, onde são produzidos mais de 5 tipos de mel de abelhas nativas, além do mel de abelhas afro europeias: Apis, Jataí, Mandaçaia, Uruçu Amarela, Uruçu Boca de Renda, Borá, Tiúba, Manduri e Emerina. A partir de junho, Mbee passou a ser a primeira empresa do Estado de SP a possuir autorização para comercialização de seus meles nativos em todo território nacional.

Douceur do Céu – produz geléias artesanais de frutas orgânicas na tradição da familia francesa de Florent Prevost, aproveitando a exuberância da flora brasileira.

A produção é regulada pelas estações do ano e seus frutos. A cada temporada, uma receita exclusiva. Seu compromisso é extrair o máximo de sabor de ingredientes sazonais e orgânicos, respeitando a safra local. Trabalhamos exclusivamente com frutas de pequenos produtores e açúcar orgânico, sem adição de conservante. A produção é natural e artesanal. Vale experimentar a de Pera com  manjericão, a de Limão Siciliano com alecrim e a de Lichia, Manga e Capim Santo, entre outras.

– Doce Revolução – Um casal franco-brasileiro montou um laboratório de pesquisa de cacau nativo e de brincadeiras doces saudáveis na Serra da Mantiqueira. Produzem chocolates “extraordinários” e barrinhas energéticas com base de tâmara, frutas e castanhas. Selecionam ingredientes com toda transparência, veganos e orgânicos. Os produtos são sem conservantes, sem lactose, sem emulsificantes, sem açúcares refinados e sem óleos vegetais refinados, ou seja, Natural!

Outros produtos poderão ser conhecidos:

Gastronomia artesanal
Oliq Azeites – Gastronomia artesanal

– Pane di Giane – Tentadores pães artesanais com diversos sabores: pão de abóbora, de beterraba, multigrãos, de chocolate com cramberries e outras delícias.

– A Vinícola Terrassos –  após muitos anos de aprendizado, testes com cerca de 20 variedades de uvas viníferas e muita dedicação, a Vinícola Terrassos concluiu em 2010 sua nova vinícola e iniciou a elaboração de vinhos únicos, que apaixonam e encantam. Estará mostrando seus rótulos na Feira.

Oliq Azeite – o cultivo de oliveiras reuniu três produtores que fundaram a Oliq. Para eles a excelência da produção está também ligada à preservação da Serra da Mantiqueira, ao incentivo da agricultura e desenvolvimento local.

Kom – produz Kombuchá, uma bebida probiótica feita a partir do chá preto, que pode ser saborizada com frutas.

Ainda estarão presentes: Limar Comida Árabe– receitas típicas feitas por refugiados sírios, Lica Tasty Antepastos e Geléias 100 % naturais, Casa do Bolo de Rolo, Pavan Cachaças, Tábuas Tupiniquim de madeira e Facas Sartor Artesanais, entre outros.

SERVIÇO: 

Endereço: Escola Nova4E - Rua Bresser, 2701 - http://nova4e.org.br/

Horário do evento:

-  dia 15 - Sábado de 11h as 20h

- dia 16 - Domingo de 10h as 19h.

Ingresso: no local. 

Formas de pagamento: dinheiro ou cartão de débito ou crédito

Estacionamento: 

- Sábado – espaço público gratuito – em frente à Escola.

- Sábado e domingo – estacionamento na Rua dos Trilhos 1327 – R$ 15,00